30/10/2014

A campanha está a ter sucesso!

Até ao momento já foram salvas 13 aves marinhas desde o dia 15 de outubro, início da campanha.
A população está cada vez mais sensibilizada para apoiar esta causa, que é de todos nós. Têm acontecidos diversos salvamentos nos vários Concelhos da Ilha, tanto na costa norte como sul.
Queremos deixar agradecimentos pela ajuda e salvamento de juvenis de cagarras (Calonectris diomedea) ao Clube Naval do Seixal e Mini-eco Bar, á empresa Birds&Company, á PSP de São Vicente, á PSP do Porto Moniz, , ao Centro Social e Paroquial do Bom Jesus da Ponta Delgada, á Câmara de São Vicente e a todos os voluntários que têm participado na campanha de salvamento.
Os agradecimentos vão também para as Câmaras Municipais que reduziram as suas iluminações para evitar o encandeamento e queda de aves.
No caso de encontrar uma ave marinha que tenha sofrido uma queda ou colisão, não se assuste, pois poderá facilmente ajudar a encontrar o seu caminho, deverá tentar cobri-la com uma manta antes de a agarrar e arranjar uma caixa para a colocar em segurança. Poderá libertá-la a noite junto ao mar.
Para esclarecimento de qualquer dúvida ou sempre que encontre uma ave, contacte-nos através do nosso telefone 967232195 ou e-mail: catia.gouveia@spea.pt.  
A sua ajuda é preciosa! As aves marinhas agradecem.

 Voluntária a entregar uma cagarra

24/10/2014

Primeiras cagarras salvas.

Já foram libertadas duas cagarras!
Nos patrulhamentos realizados nestes dias já tivemos oportunidade de salvar duas cagarras juvenis que foram encandeadas pela iluminação pública.
Machico e Câmara de Lobos foram os municípios onde apareceram os indivíduos.
Agradecemos a colaboração da população, neste caso da Mariana Afonso e do bar Number two, pela sua ajuda nesta altura em que os juvenis deixam os seus ninhos para se dirigirem ao mar. 
Estejam atentos à queda de aves nos próximos dias, já que nos encontramos no período de lua nova. As aves marinhas contam consigo!
Para esclarecimento de qualquer dúvida ou sempre que encontre uma ave, contacte-nos através do nosso telefone 967232195 ou e-mail catia.gouveia@spea.pt. As aves marinhas contam consigo!

 Cagarra prestes a sair para o mar. Voluntaria a entregar uma cagarra.

Continua a sensibilização dos Municípios

Esta semana reunimos com mais duas Câmaras para divulgar a ameaça que a iluminação pública provoca sobre as aves marinhas.
Quer o município da Ponta do Sol quer o do Porto Moniz, estão sensibilizados para a problemática da poluição luminosa que afeta um grande nº de aves no nosso arquipélago.
Ambos os municípios, comprometem-se em reduzir a iluminação nos pontos mais críticos durante o período da campanha e já contam com um plano para melhorar a iluminação pública dos seus municípios. 
A SPEA agradece o empenho e colaboração de todos os envolvidos.

 Os municípios de Ponta do Sol e Porto Moniz juntam-se à campanha 2014.

10/10/2014

Hotel Moniz Sol aderiu à Campanha

O Hotel Moniz Sol de Porto Moniz aderiu à Campanha Salvar uma Ave Marinha.
Desde 16 de outubro até 26 de novembro, associa-se a SPEA nesta campanha. Vai reduzir a iluminação das suas instalações nos dias mais críticos de queda das aves, além de divulgar a campanha nos seus meios de comunicação.
Ações como esta são uma grande ajuda para a conservação das aves marinhas. 
A SPEA agradece o empenho e colaboração de todos os envolvidos. Para o esclarecimento de qualquer dúvida ou sempre que encontre um animal, contacte-nos através do nosso telefone 967232195 ou e-mail madeira@spea.pt.

 Hotel Moniz Sol juntou-se a campanha.

09/10/2014

Calendário Campanha 2014

Entre 15 de Outubro e 26 de Novembro, período coincidente com a saída das cagarras juvenis dos ninhos (espécie de ave mais afetada pela iluminação e também de mais fácil deteção), estão a ser organizadas “brigadas de salvamento” para recolha destas aves.
Estas patrulhas diárias, são realizadas entre as 20h e as 23.30h, salientando-se a prioridade aos períodos de lua-nova, altura em que os juvenis tendem a ser mais atraídos pela iluminação artificial. No local definido para cada uma das patrulhas, os voluntários deverão percorrer áreas, preferencialmente junto ao mar (praias, promenades, estradas) ou locais muito iluminados (por ex: campos de futebol), recolher as aves encontradas e libertá-las num sítio junto ao mar e pouco iluminado.
Durante os próximos dias, esteja atento para a eventual queda de aves da sua casa ou mesmo quando estiver a fazer um passeio noturno. 
Visite a nossa sede e adquira o seu Kit "Salve uma Ave Marinha". Para o esclarecimento de qualquer dúvida ou sempre que encontre um animal, contacte-nos através do nosso telefone 967232195 ou e-mail madeira@spea.pt.

 Calendário 2014